Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2012

Cientista defende verdades por trás do mito dos zumbis

O etnobotanista Wade Davis em foto tirada no Haiti no início dos anos 1980 (Foto: Arquivo Pessoal)
Canadense Wade Davis desvendou segredos da zumbificação. Livro 'A serpente e o arco-íris' virou filme de Wes Craven em 87.
O etnobotânico Wade Davis não gosta de ser chamado de “zumbiólogo”. Ainda assim, aos 56 anos, este cientista canadense que hoje trabalha como explorador da “National Geographic” é um dos raros acadêmicos que se dedicou a entender o que há de verdade naquilo que conhecemos como zumbis.
Em quatro anos de pesquisa na década de 1980 – três dos quais vividos no Haiti, berço do mito contemporâneo dos zumbis –, Davis afirma ter encontrado “um veneno que faz alguém parecer que está morto, mesmo que esteja vivo”. A poção, produzida por feiticeiros vodus a partir da toxina de um peixe nativo misturada a ervas alucinógenas e restos humanos como ossos e pele, seria o elemento central no processo de zumbificação, prática que iria bem além da simples magia negra, defende o ci…

Livro acadêmico estuda efeitos de ataque de zumbis no mundo

O livro de Daniel Drezner, que vai ser lançado em
2011 nos EUA (Foto: Divulgação)
Daniel Drezner tentou dar ar sério a hipótese de ataque de mortos-vivos. 'Jovens sabem mais sobre zumbis de que sobre relações internacionais', diz. Depois de atacar a cultura pop, os cinemas e a literatura, os zumbis agora estão se tornando um assunto sério. A prova disso é que um respeitado professor de política internacional passou meses analisando de forma profunda o impacto que o aparecimento de mortos-vivos teria nas relações exteriores. Depois de misturar o que chama de “cânone” desse tipo de ficção com as principais teorias de relações internacionais, Daniel Drezner, da universidade Tufts, diz que apenas parte do mundo estaria pronta para lidar com os efeitos de um hipotético ataque zumbi. Leia a introdução do livro (em inglês) “Olhando de forma séria, os mortos-vivos são como qualquer outro choque sistêmico global, como uma pandemia ou o próprio aquecimento global. Os países mais ricos e avanç…

A VERDADE SOBRE ZUMBI - HISTORY CHANNEL

“Há todos os tipos de emergência para a qual podemos nos preparar. Pegue um apocalipse de zumbis, por exemplo.” Com esta frase que o CDC, instituição do governo americano que lida com epidemias e outras emergências de saúde, iniciou um texto, publicado em seu site na segunda-feira (16), promovendo uma nova campanha nas redes sociais. Peça da campanha de prevenção anti-zumbis, do CDC americano (Foto: (Foto: Reprodução))









Bem humorado, o texto assinado pelo cirurgião geral Ali Khan destaca que se o cidadão estiver preparado para um ataque de zumbis, estará preparado para tudo. Entre os itens relacionados no kit de sobrevivência indicado, estão suplementos, medicamentos, cópia de documentos importantes e pontos de encontro pré-combinados com amigos e familiares. Mas nada de machados, lançadores de chamas e outras armas recomendadas na literatura e filmografia especializada em mortos-vivos. O site do CDC (sigla para Centro para Controle e Prevenção de Doenças, em livre tradução) procura incent…